Andar na Luz

1 João 2.18-27

18 Filhinhos, esta é a última hora; e, assim como vocês ouviram que o anticristo está vindo, já agora muitos anticristos têm surgido. Por isso sabemos que esta é a última hora. 19 Eles saíram do nosso meio, mas na realidade não eram dos nossos, pois, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; o fato de terem saído mostra que nenhum deles era dos nossos. 20 Mas vocês têm uma unção que procede do Santo, e todos vocês têm conhecimento. 21 Não lhes escrevo porque não conhecem a verdade, mas porque vocês a conhecem e porque nenhuma mentira procede da verdade. 22 Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo: aquele que nega o Pai e o Filho. 23 Todo o que nega o Filho também não tem o Pai; quem confessa publicamente o Filho tem também o Pai. 24 Quanto a vocês, cuidem para que aquilo que ouviram desde o princípio permaneça em vocês. Se o que ouviram desde o princípio permanecer em vocês, vocês também permanecerão no Filho e no Pai. 25 E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. 26 Escrevo-lhes estas coisas a respeito daqueles que os querem enganar. 27 Quanto a vocês, a unção que receberam dele permanece em vocês, e não precisam que alguém os ensine; mas, como a unção dele recebida, que é verdadeira e não falsa, os ensina acerca de todas as coisas, permaneçam nele como ele os ensinou.

Comentário:

O gnosticismo era uma das heresias mais perigosas dos dois primeiros séculos da Igreja. Sua doutrina principal era que o espírito é inteiramente bom e tudo o que é material, inteiramente mau. Uma implicação desse ensino é que a salvação consistia em escapar do corpo, sendo obtida não mediante a fé em Cristo, mas por meio de um conhecimento especial.

No trecho de hoje, aqueles que ensinavam tais mentiras são chamados de “anticristos”. Essa palavra significa “contra Cristo”, e é isso que essas pessoas eram. De acordo com o verso 18, o aparecimento delas indicaria o quê? O período da “última hora” envolve desde a primeira até a segunda vinda de Cristo. No verso 20, a unção citada é o próprio Espírito Santo, dada pelo “Santo”, Jesus Cristo. Além da relação clara da luz com a santidade, João a relaciona com a verdade, em contraste com a mentira.

Leia os versos 21 a 23 e veja quais ensinos são apresentados como verdade e quais como mentira. Qual é a exortação prática dada nos versos 24 a 27? “O alvo da exortação apostólica era a permanência na fé vivificante conforme esta era ministrada aos leitores por seu suficiente ensinador, o Espírito Santo”, comenta Carlos Osvaldo Pinto.

A recompensa de andar na luz de Deus, em santidade e verdade, é eterna! Você tem permanecido no ensino do evangelho? Você conhece alguém que precisa ser exortado a permanecer em Cristo e no Seu ensino?


Devocionais nas cartas de João – Textos na versão NVI (Nova Versão Internacional)
DANIEL SIMÕES – extraído do Diário de Hora Silenciosa da organização Palavra da Vida, usado com permissão